Coronavírus no Brasil : boletim do Ministério da Saúde de sexta-feira (31.07) registra notificação de 1.212 mortes em 24h

Coronavírus no Brasil

Gebbeg Coronavirus
Gebbeg Coronavirus

Boletim do Ministério da Saúde de sexta-feira (31.07) registra notificação de 1.212 mortes e 52 mil novos casos em 24h

Brasil registrou mais 52.383 casos confirmados de covid-19 e 1.212 mortes em 24 horas, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde divulgados na sexta-feira (31.07). O balanço eleva o total de infecções para 2.662.485 e o total de óbitos para 92.475.

Ao todo, 1.844.051 pacientes se recuperaram da doença, e 725.956 estão em acompanhamento, segundo o Ministério da Saúde. A taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes chegou a 44.

São Paulo é o estado brasileiro mais atingido pela epidemia, com 542.304 casos e 22.9927 mortes. O Ceará é o segundo estado brasileiro com maior número de casos, somando 173.882 e o terceiro em número de mortos, com 7.668 vítimas. Já a Bahia ultrapassou o Rio de Janeiro e é agora o terceiro estado com mais infecções, 166.154. 

Com 165.495 infecções e 13.377 óbitos, o Rio de Janeiro fica atrás de São Paulo como o segundo estado com mais mortes, além de ser o quarto no número de casos.

O mundo registrou na sexta-feira (31.07) um novo recorde no número diário de casos de Covid-19, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Em 24 horas, foram 292.527 novas notificações de pessoas infectadas.

O total de casos no mundo ultrapassou a marca de 17 milhões. De acordo com a OMS, o maior aumento ocorreu nos Estados Unidos, Brasil, Índia e África do Sul. Já o número total de mortes chegou a 668.910, aumento de cerca de 7 mil óbitos em relação ao dia anterior.