Coronavírus no Brasil : atraso na divulgação de dados, números do dia e crítica de Trump

Portal de Notícias Gebbeg Flash News

Coronavírus no Brasil : atraso na divulgação de dados, números do dia e crítica de Trump

Boletins com números sobre a doença agora são divulgados no final da noite e sem a quantidade total de óbitos. Portal com as informações consolidadas também saiu do ar na sexta-feira.

“Na pandemia, a divulgação de dados oficiais envolve, além do dever de prestar contas, uma questão de saúde pública. Dados do @minsaude são fundamentais às respostas à #COVID19 e devem estar abertos ao público, aos gestores e, portanto, à imprensa de forma consistente e ordenada”, diz Ministro Gilmar Mendes.

“Não é só covardia de Bolsonaro tentar esconder dados sobre a covid-19, é falta de respeito c/ o povo e uma grave afronta ao direito de informação. Iremos ao STF exigir transparência no tratamento e divulgação dos dados relacionados ao coronavírus no país”, diz Randolfe Rodrigues.

Coronavírus no Brasil

Ministério da Saúde vai recontar mortos pela covid-19 porque diz ver “dados fantasiosos”. Decisão acontece apesar da própria pasta já ter admitido, no passado, um grande número de subnotificações da doença no Brasil

Trump crítica o Brasil

O Brasil é visto internacionalmente como exemplo negativo de combate ao coronavírus.  Donald Trump criticou discurso na sexta-feira as decisões no Brasil. Ele deu uma forte pancada em Bolsonaro. Disse que, se tivesse agido como o Brasil, os EUA chegariam a 2,5 milhões de mortos. Até o ídolo de Bolsonaro reconhece seu desgoverno! O presidente americano, conforme constatado por internautas, sequer segue Bolsonaro no Twitter

OMS

O presidente da República Jair Bolsonaro fez críticas ao trabalho da Organização Mundial da Saúde (OMS) na pandemia e disse que o governo pode deixar a organização, que atuaria, segundo ele, “com viés ideológico”. No fim de maio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou a saída do país da OMS, congelando repasses que o governo norte-americano faria à entidade.

“E adianto aqui, os Estados Unidos saíram da OMS, e a gente estuda, no futuro, ou a OMS trabalha sem viés ideológico, ou vamos estar fora também. Não precisamos de ninguém de lá de fora para dar palpite na saúde aqui dentro”, disse Bolsonaro a jornalistas na portaria do Palácio da Alvorada, na noite de sexta-feira (05.06).

Pedido presidencial

Bolsonaro pede para TSE não usar provas do inquérito das fake news em ação eleitoral

Operação policial

Ministro Fachin determina suspensão de operações policiais em comunidades do RJ durante pandemia de Covid19. Ele ressalvou a possibilidade de operações em casos “absolutamente excepcionais”, que devem ser justificados e acompanhados pelo MP estadual.

Economia na pandemia

Em meio à pandemia de coronavírus, a segurança financeira da aplicação na caderneta de poupança voltou a atrair os brasileiros. Segundo o Banco Central, a poupança registrou entrada líquida de R$ 37,2 bilhões em maio, renovando recorde histórico para qualquer mês desde 1995.

Situação do Coronavírus em Porto Alegre em 05/06 Atualização:1.577 casos confirmados

:: 3.971 casos suspeitos
:: 3.806 casos negativos
:: 619 recuperados
:: 44 óbitos
:: 46 pacientes confirmados em UTI
:: 27 pacientes suspeitos em UTI