Coronavírus no Brasil : 1.311 mortes por Covid-19 registradas em 24 horas

Gebbeg Coronavirus
Gebbeg Coronavirus

Coronavírus no Brasil : 1.311 mortes por Covid-19 registradas em 24 horas

O Brasil tem 1.311 mortes por Covid-19 registradas em 24 horas. De quarta (22) para esta quinta-feira (23), o Ministério da Saúde contabilizou 59.961 novos casos da doença.

Desde o início da pandemia, o País tem 2.287.475 infecções confirmadas e 84.082 óbitos em decorrência do contágio do coronavírus. Ao todo, são 1.570.237 pacientes recuperados.

Um dia depois de a América Latina somar, pela primeira vez, mais de 100 mil casos em um dia, os números seguiram altíssimos na quinta-feira: foram 95,5 mil novos casos, e outra vez o continente beirou 3 mil novos óbitos (2.959).

Venda proibida e pesquisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária proíbe a venda de cloroquina, hidroxicloroquina, nitazoxanida e ivermectina sem receita médica.

O objetivo, segundo a Anvisa, é impedir a compra indiscriminada de medicamentos que têm sido amplamente divulgados como potencialmente benéficos no combate à infecção por coronavírus.

A medida visa, também, manter os estoques destinados aos pacientes que já têm indicação médica para uso desses produtos para o tratamento de outras doenças, como malária, artrite e infecções parasitárias.

Uma pesquisa feita por uma coalizão com os mais importantes hospitais do Brasil aponta que o uso da hidroxicloroquina – sozinha ou associada à azitromicina – em pacientes com sintomas leves ou moderados de Covid-19 não melhora o quadro de saúde.

Nos dois grupos tratados com hidroxicloroquina, foram mais frequentes alterações em exames de eletrocardiograma, que representam maior risco para arritmias, e alterações de exames que podem mostrar lesão hepática.

O estudo foi publicado pela revista científica New England Journal of Medicine.

Governo pode ter quatro milhões de comprimidos de cloroquina em estoque